Este é um resumaço de como os insights artísticos e astrológicos sempre se manifestaram na minha história.

Minha primeira formação foi em Propaganda & Marketing na ESPM/SP, onde me habilitei como redator publicitário e comunicação social. Escrita, criatividade e metodologia sempre me motivaram, pois eu caprichava nos textos até nos trabalhos de Economia e Estatística. Confira minha página de redação aqui.

Destaque criativo: adaptação para HQ de “O Conto da Ilha Desconhecida”, de J. Saramago; análise de “Os Delírios de Consumo de Becky Bloom”, de S. Kinsella; trabalho fotográfico sobre os usuários da CPTM na cidade.

Fiquei um período trabalhando em agências como a house do Submarino/B2W e a F.Biz na conta Netshoes,  sempre em varejo virtual. Em paralelo, estudei interpretação para teatro na Recriarte/SP. Após quatro anos decidi começar de novo, dessa vez em Artes Cênicas numa nova universidade de curso integral e manter as atividades de redação publicitária como freelance. Também foi quando comecei a me interessar por Astrologia, mas ainda amador.

Destaque criativo: apresentação de seis espetáculos, incluindo um musical de Chico Buarque; projeto de produção cultural com destaque na escola; alta produção literária informal, no meu antigo blog de poemas.

Cursei Artes Cênicas na Unicamp/SP e aprofundei ainda mais o que eu sabia de teatro. Sem explicações. Ainda ganhei bolsa de estudos para intercâmbio na Inglaterra, onde estudei muito de Shakespeare, inclusive na prática, porque atuei em inglês por lá. Ainda visitei a cultura de 15 países, conferi 3 festivais de teatro e assisti a mais de 50 peças de teatro. E se eu disser que foi com Shakespeare que passei a levar a sério Astrologia?

Destaque criativo: colaboração com a revista Antro Positivo; primeiras pesquisas sobre Astrologia no campo simbólico da criação teatral (pesquisa científica artística); inúmeras pesquisas sobre encenações shakespearianas.

De volta ao Brasil, dirigi espetáculos infantis em inglês na Cultura Inglesa/SP, atuei em três trabalhos nos palcos, fiz curso de Astrologia Alquímica e workshops de Física Quântica e encontrei nesses conhecimentos um rumo inédito: consultas astrológicas, criação de conteúdo original e desdobramento de minhas pesquisas em projetos artísticos diversos (clique no menu).

Destaque criativo: minha 1ª palestra artística sobre tudo isso junto; Macbeth com direção de um ator da Royal Shakespeare Company; e início de minha pesquisa pessoal na área cênica, até agora chamada “Teatro Quântico”.

Nos próximos quatro anos tenho a missão, como astrólogo, artista e ativista quântico, de estabelecer esses temas como motes de criação, seja em conteúdo, seja artisticamente. Aguarde!