O que esta imagem tem a ver com 2018?

Lançamento de Marca

Em poucas palavras, 2018 será uma confluência de energia que impulsionam transformação, crescimento e expansão de horizontes. Leia mais:

Este post é a reabertura de meu site e o lançamento de minha marca. Logo mais você verá isso no Instagram, Facebook e newsletter (se você optou por entrar na lista).

E eu escolhi esta imagem porque ela simboliza três perspectivas minhas que têm a ver com o ano de 2018:

2018 é ampliação de horizontes

Por isso o avião para cima, subindo, indo para longe. Viajar é um dos temas de Júpiter, pois conhecer novas culturas amplia nossa visão de mundo, de otimismo e calibra nossos valores pessoais.

Começar 2018 pensando além

Acabamos de passar por uma Lua Nova em Capricórnio, momento de responsabilidades. Mas nesse momento as energias estão já em Aquário, signo da inovação, da ousadia, da novidade. O que você reserva para este começo de ano?

2018 é amarelo, azul e violeta

OK, isso foi invenção minha…

É que eu tive a sorte de encontrar uma imagem com as cores do meu logotipo, que, segundo a simbologia dos chakras, tem o amarelo e laranja da realização e criatividade, o azul-claro de comunicação e clareza, e o violeta da conexão com o universo – o chakra coronário, violeta, é considerado o mais sagrado em diversas religiões.

Então, querido(a) leitor(a), seja bem-vindo(a) a 2018. Espero poder ajudar você neste caminho de prosperidade.

Agora vamos ao que interessa.

O que é que o ’18 tem?

O ano de 2018 é o ano de Júpiter segundo a Astrologia. Mas calma, vamos voltar um pouco no tempo, porque para entender o otimismo jupiteriano é preciso relembrar o suor que 2017 nos deu.

Ano de 2017. Estava um caos, não é mesmo? Ainda mais com todo esse papo de novo ciclo de Saturno, a entrada em definitivo da Era de Aquário, a vida dando tapas na cara para quem ainda está preso aos valores do passado, e por aí vai. Eu era um deles nesses tabefes.

Foi quando eu mergulhei na Astrologia de vez e percebi paralelismos que acontecem entre os astros e a Terra. Quer exemplos recentes?

O ano de 2018 começou com uma forte presença de planetas numa zona que fala de comprometimento e pragmatismo. Quem já começou a trabalhar as metas do ano novo está sentindo essa confluência de energias, positividade, ação, mão na massa.

Outra coisa acontecendo há uns meses é uma combinação de elementos que envolvem renovação de velhas estruturas de poder, mas por vias não lá muito gostosas. Cada vez mais descobre-se que a luz do fim do túnel passa por um túnel de esgoto.

Não é exatamente o que estamos vendo na corrupta política nacional e internacional, nas denúncias de abuso de poder em Holywood, nas relações anti-éticas de governos com grupos armados?

Será só coincidência? Eu não acredito.

Mas então o que é essa luz no fim do túnel?

Ela se chama Ano de Júpiter.

2018 pra você: entenda

Cada ano é regido por um dos sete planetas visíveis a olho nu. Este planeta é quem vai comandar as energias. Algumas vezes é o Sol, outras a Lua, Mercúrio etc.

A maioria dos planetas trocam de signo muito rapidamente, então as mudanças na nossa vida não são tão facilmente percebidas. A exceção quando o ano é regido por Saturno (2017) ou Júpiter (2018), que ficam debruçados sobre um mesmo tema por muitos meses.

Quando eu descobri que 2018 o ano seria de Júpiter, pensei: este é meu ano da virada! Motivo: No meu mapa natal o Júpiter fala de planejamento e pragmatismo. E Escorpião, meu signo, influencia minha área criativa, de lideranças, coisas expansivas.

É mais ou menos assim que você descobre como aproveitar as influências dos astros na sua vida: vendo onde você tem Escorpião no seu mapa (principalmente se tem algum planeta nele), e qual é o signo natal de se Júpiter.

Isso, claro, se refere a um quadro grande, não nas minúcias do dia-a-dia. Júpiter é isso: horizonte ampliado, ideais ativados, ao infinito e além – mas de olho no forno, pra não queimar o bolo.

Ano de Júpiter em Escorpião: hora de crescer

Em poucas palavras, 2018 será uma confluência de energia que impulsionam transformação, crescimento e expansão de horizontes. Júpiter é uma energia que infla, traz otimismo; mas o signo pelo qual ele vai passar a maior parte do tempo é de autocrítica, mudança e profundidade (Escorpião).

Quem tem metas grandiosas deve aproveitar o ano para:

  • perceber o que precisa deixar para trás

  • ter coragem de encarar as próprias transformações

  • desapego com o passado, pensar no quadro grande

  • agir com ética e de acordo com seus valores

  • apostar na espiritualidade como forma de autoconhecimento

  • investir na própria cultura e ampliação de perspectiva de mundo

  • BÔNUS: se seu projeto ou negócio envolve alguma coisa relacionado a esses temas (transformar pessoas, emoções, empoderamento etc., cultura etc., 2018 também quer ser agarrado por você!

Só não se iluda: o trampolim impulsiona, mas quem dá o passo é você.

É interessante entender onde está o signo de Escorpião no seu mapa natal. Cada setor do mapa envolve uma área de nossa vida (carreira, família, relacionamento etc.) e é na área onde está Escorpião que Júpiter vai mexer e estimular.

Também vale saber qual é seu Júpiter “natural”, ou seja, por onde você costuma expandir-se com facilidade.

Quem vamos?

#Astrologia #2018 #Mudança #Transformação #Crescimento #Jupiter

Crédito da foto: @Free-Photos (Pixabay)